Notícia

JUCEAL

Junta Comercial do Estado de Alagoas
Quinta, 22 Março 2018 15:26

Junta Comercial abre diálogo com profissionais de Arapiraca

Oficina voltada para contadores e empresários aconteceu nessa quarta (21) com apresentações sobre o registro e o licenciamento empresarial

Oficina sediada em Arapiraca foi a primeira do ano Oficina sediada em Arapiraca foi a primeira do ano
Texto de Hotton Machado

Para simplificar o entendimento sobre os serviços do órgão alagoano de registro, a Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) promoveu, com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Alagoas (Sebrae/AL), a primeira edição do ano da Oficina para Contadores e Empresários. O evento aconteceu nessa quarta-feira (21), em Arapiraca.

 

Abrindo o encontro, o presidente da Juceal, Carlos Araújo, agradeceu a presença dos profissionais e reafirmou o intuito de estreitamento na relação com os empresários e os contadores do Agreste através da realização da oficina.

 

“Estamos retornando com esse evento tão importante e contando mais uma vez com o apoio do Sebrae/AL, que é nosso parceiro de implantação da Redesim. Vocês são o elo entre o Estado e os empresários, e com isso também trazem desenvolvimento para os seus municípios. Eventos como este servem para que vocês nos provoquem, falem sobre as experiências para que nós possamos buscar as melhorias”, frisou.

 

A primeira apresentação da noite foi ministrada pelo advogado e vogal da Juceal Fábio de Lima. Na exposição, foram explicados, inicialmente, o que define um empresário, os tipos de sociedade empresária e as diferenças entre atividades simples e empresária.

 

Com foco nos procedimentos executados pelas turmas de vogais – que analisam os processos colegiados -, o advogado esclareceu as particularidades da transformação empresarial, ressaltando que ato “deve respeitar os procedimentos de constituição da natureza jurídica desejada”. Na oportunidade, o vogal da Juceal ainda comentou sobre os documentos utilizados para a transformação e os principais erros verificados nos processos colegiados.

 

O evento prosseguiu com a apresentação do assessor da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) em Alagoas, Estanislau Cabral Neto. De maneira didática, o assessor explicou o projeto da Redesim no estado, que tornou Alagoas referência nacional pelo ambiente desburocratizado para abertura de negócios, e o passo a passo para registro e licenciamento, incluindo a visão interna de órgãos e secretarias no sistema que tem como interface o Portal Facilita Alagoas.

 

Ponto de ampla discussão entre os profissionais presentes, a entrada online de processos foi demonstrada na visão do cliente, onde é necessária a utilização do certificado digital para assinatura da documentação. Os contadores relataram que consideram a ferramenta acessível e ela é vista como sendo o futuro, porém existe a necessidade de mudança de cultura, principalmente de seus clientes, para uma total utilização.

 

Ainda nessa quarta-feira, a Juceal e o Sebrae/AL promoveram o Encontro Regional dos Administradores do Sistema Facilita Alagoas, voltado para servidores municipais da região Agreste responsáveis pelo pleno funcionamento da Redesim em suas cidades.